E no meio desses rabiscos estão os meus sentimentos.”
Eu preciso de um lugar pra desabafar e meu Twitter, hoje, não é um bom lugar. Faz algumas horas que me sinto abandonada. Caracas, o que posso fazer? Ele me beijou, devia saber que eu ia querer que ele pelo menos me chamasse no Whatsapp. Sabe, quando a gente transa com alguém, espera-se que o cara ligue ou mande flores, ou algo do tipo. Tudo bem, ele não transou comigo, mas ele me beijou, queria que tivesse um pouco de consideração. Eu sei, eu sei. Não era pra eu ter me apegado. Ótimo! Disso eu sei. Ficava repetindo pra mim “Não caia na lábia dele, só porque ele usa a pontuação correta e a gramática impecável, sua besta”. Eu repetia isso pra mim o tempo todo. Mas quem disse que meu coração me ouviu. Isso ai! Eu to toda ferrada aqui, porque eu me apaixonei. EU ESTOU APAIXONADA, PORRA! Justo eu, que a muito tempo me amargurei como café e nunca mais me permiti me açucarar com caras de boas lábias. Eu me divertia com esses caras e passava por cima deles, fazia-os jogar o meu jogo e não mais os dele. Mas ele me laçou. Talvez porque ele fosse extremamente bonito (aos meus olhos) e extremamente carismático e extremamente carinhoso comigo. Porra, o que eu podia sentir se ele me chamava de “amorzão”, entre outos apelidos românticos? Como ia conseguir ser difícil? Como não me derreteria? Por favor, se coloque no meu lugar, o que você acharia de um cara que te pede em casamento, logo que te conhece. Ok, ok. Parece que fiquei iludida. Mas não, não quero que vocês imaginem assim. Não foi ilusão. Ele disse que não era todo dia que se conhecia garotas inteligentes por ai e que nós devíamos casar. Ta bom, ta bom. Ainda parece ridículo, até eu concordo com isso. Mas como eu poderia resistir? E quando ele viu que estava conseguindo quebrar minha casca e me deixar mole e caidinha por ele, ele começou a ser o difícil. Me fazia perguntas as quais as respostas eu não conseguia mentir sobre, apesar de todas as tentativas falhas. E toda vez que eu tentava uma pergunta, ele sabia exatamente como fugir da resposta, respondendo algo engraçado, principalmente dando outro sentido a minha própria pergunta. E então mesmo assim eu sai com ele. Sai sim. Eu recusei uns outros 10 e sai com ele quase de cara, ele sabia disso. Acho que foi um erro ele saber, porque ele percebeu que eu tava caidinha por ele e eu ia correr atrás dele de qualquer forma. Porque ele percebeu que eu estava apaixonada antes mesmo de eu perceber. E me odeio por isso. Por mais que tenha me sentido tão livre, tão eu, sabe, sendo românica e apaixonada, falando coisas bonitas e fofinhas, eu fiquei vulnerável, fácil de ser manipulada. Me sinto aquela garotinha que pode chorar a qualquer momento por causa de um coração partido. Me sinto aquela garotinha que vai correr atrás dele mesmo que isso me custe engolir o orgulho. Me sinto aquela garotinha que está se despedaçando porque o cara que beijou ela, parece não ter o mesmo interesse que ela tem no cara. E, Deus, eu estou interessada de mais nele! Não consigo dormir sem pensar nele, não consigo assistir um filme romântico sem pensar nele, não consigo passar uma tarde tomando sol sem pensar nele. Ele não sai da minha cabeça. Aqueles malditos olhos, aquele maldito corpo triangular de ombros largos e cintura fina. Eu estou muito apaixonada por ele. E queria que ele soubesse. E que estivesse também. Eu queria que ele estivesse tão apaixonado quanto estou, mas eu duvido que esteja. Dizem que nós mulheres temos essa habilidade de se apegar rápido. Nunca tinha sentido isso antes. Acho que nunca sabemos o que é alguma coisa até que sentimos. Eu nunca tinha me sentido tão apaixonada como estou. Receio que tudo que eu tenha sentido antes disso, nunca tenha sido paixão. E agora, o que eu sei é que queria estar xingando ele de todos os nomes no Twitter. Mas não consigo, porque no fundo não quero de verdade. Porque o que eu queria mesmo era chamar ele no Whatsapp é conversar com ele até ele ir dormir. Queria ler o boa noite dele. E fechar os olhos pensando nos olhos dele. Vocês podem achar que eu estou totalmente iludida, devo estar mesmo para pensar que não estou. Mas acho que estou me achando. Talvez eu esteja descobrindo que se você quer algo, precisa provar que quer e o quanto quer. Eu quero muito. E não vou desistir. Porque esse sentimento me enche, me deixa feliz, me dá até palavras pra escrever. E se não for dessa vez, eu vou chorar muito, muito mesmo e depois tudo vai se normalizar, nenhuma tempestade dura pra sempre. Eu arrisco algumas lágrimas. E porra, olha isso, eu estou mesmo muito apaixonada por esse cara…”
Um tweet de mais de 140 caracteres, Ana Aires (via falling-one-by-one)
Então, esta é a minha vida. E quero que você saiba que sou feliz e triste ao mesmo tempo, e ainda estou tentando entender como posso ser assim.”
As Vantagens de Ser Invisível 
Castiel, tá na escuta? Você sabe que eu não sou muito de rezar, por que eu acho que isso é o mesmo que implorar. Só que isso tem a ver com o Sam, então eu preciso que você escute. Nós vamos entrar nesse lance as cegas, e eu não sei o que vem pela frente, e o que isto vai custar ao Sammy. Ele está disfarçando muito bem, mais eu sei que tá doendo, e esse lance era pra ser comigo. Então por tudo o que nós já passamos, eu peço á você, por favor toma conta do meu irmãozinho.”
Dean Winchester. (via angustiar-se)